Beth Rubin
Por Beth Rubin
62 Visualizações

Porque é que não há mais mulheres a negociar? A resposta poderá surpreendê-la

Investir é muito mais do que lucros potenciais. Significa independência, liberdade, empoderamento e controlo sobre o próprio futuro. Investir com êxito pode ser uma experiência libertadora, tanto emocional como financeiramente.

Quando era criança disseram-me, tal como a muitas mulheres modernas, que quando crescesse podia ser quem eu quisesse. Ainda não tinha vinte anos e já trabalhava e já tinha dinheiro meu. No entanto, para além da gestão das minhas necessidades financeiras mais óbvias, nunca me encorajaram a gerir os meus recursos financeiros, exceto talvez no que se refere a fazer um plano de poupança para os “dias difíceis”. Não é que eu não estivesse interessada em enriquecer — quem é que não está? — ou em saber mais sobre os meios e os métodos para o fazer. Decidi frequentar algumas cadeiras opcionais sobre economia na universidade e até arranjei um namorado que negociava em Wall Street.

Mas ser especialista financeiro, sobretudo no domínio dos mercados financeiros internacionais, era um desafio considerado estritamente masculino.

Ninguém o dizia abertamente. Nunca me disseram que eu não podia investir em meu nome, como mulher; o meu eu moderno e feminista não teria aceitado bem tais conselhos, obviamente. No entanto, a mensagem passou e foi intimamente absorvida por mim. O setor financeiro tradicional não era exatamente um lugar acolhedor para as mulheres curiosas.

Mas, nos últimos anos, a Internet tem funcionado como um excelente nivelador em diversos domínios. As informações abundam; as universidades online trouxeram flexibilidade e acessibilidade; os sites de encontros online permitem que pessoas de círculos sociais diferentes se encontrem e se apaixonem. E as plataformas de negociação social fazem com que o investimento seja acessível para todos, não apenas para os homens de fato cinzento.

As estatísticas1 indicam que as mulheres estão, de facto, a entrar nos mercados financeiros online em número crescente. Certas perceções ultrapassadas sobre as mulheres e sobre o mundo financeiro estão a desvanecer-se, e estamos a observar um movimento gradual positivo no sentido de uma maior igualdade. As mulheres têm acesso às mesmas ferramentas e oportunidades de negócio que os homens.

No entanto, a maioria das mulheres ainda hesita quando se trata de desenvolver as suas carteiras de investimento próprias. Por que razão?

Uma mentalidade diferente no que respeita ao dinheiro

De facto, muitas mulheres têm as suas próprias carreiras e recursos financeiros, e a maioria está tão interessada como qualquer homem em ganhar mais. Alguns estudos2 referem que, na realidade, as mulheres até são melhores investidoras do que os homens; em qualquer caso, parecem sair-se, no mínimo, tão bem como os seus colegas masculinos quando entram no mundo dos investimentos. A capacidade e o interesse parecem, assim, não ser obstáculos.

A resposta encontra-se mais frequentemente na mentalidade. Apesar de o dinheiro não ter género, alguns estudos revelam que a abordagem das mulheres ao investimento, e à gestão financeira em geral, pode ser substancialmente diferente da dos homens.

Perspetiva de longo prazo

É certo que cada indivíduo é um ser único, mas alguns estudos mostram3 que as mulheres tendem a associar riqueza com estabilidade, considerando que o dinheiro é apenas um meio para atingir objetivos económicos de longo prazo. As mulheres tendem a preferir menos risco, e mais poupança a longo prazo, a oportunidades de lucros potenciais a curto prazo. Quando consideram que a constituição de carteiras é mais uma aposta do que um investimento, as mulheres tendem a evitar o que lhes parece ser uma situação instável.

Ao avaliarem as suas opções financeiras, as mulheres tendem também a dedicar mais tempo e reflexão ao processo de decisão do que os homens. Podem preferir reunir informações e análises de investimento a um nível que lhes possibilite a tomada de decisões informadas e com maior confiança. No entanto, a vida ocupada das mulheres e as suas funções multitarefa nem sempre lhes proporcionam a oportunidade para o fazerem.

Uma forma mais simples

Felizmente, a plataforma eToro dispõe de funcionalidades que permitem ultrapassar estes desafios, permitindo às mulheres que querem construir uma carteira começarem a fazê-lo. De facto, a visão do eToro é a de abrir os mercados globais para que todos possam negociar e investir de forma simples e transparente.

Se está interessada em investir mas não sabe como dar os primeiros passos, saiba que muitos consideram que o eToro é uma plataforma extremamente intuitiva e adequada para principiantes. É fácil abrir uma conta gratuita e começar a apalpar terreno com uma carteira virtual. A carteira virtual permite-lhe familiarizar-se com a plataforma e com o processo de investimento sem correr qualquer risco financeiro.

No que respeita a risco, pergunte a qualquer investidor e o conselho será que diversificar a carteira é uma das melhores formas de reduzir o risco. No eToro, diversificar é fácil, com seis classes de ativos diferentes e centenas de instrumentos, todos na mesma plataforma, numa conta fácil de gerir. Poderá ver todos os seus investimentos num relance e controlar com facilidade todas as suas posições diretamente no ecrã da carteira, com manifesta poupança de tempo.

No entanto, as funcionalidades sociais premiadas são o que fazem com que a plataforma seja realmente especial. O eToro é muito mais do que apenas um sítio onde se fazem negócios; alberga uma comunidade vibrante de investidores e é o local ideal para participar, conhecer gente e partilhar conhecimentos.

Um forma excelente de começar a explorar o mundo dos investimentos é copiando outros negociadores. A tecnologia CopyTrader do eToro permite-lhe não só consultar as carteiras, os lucros e a classificação de risco dos outros investidores, como também copiar-lhes as posições em tempo real. Com o CopyTrader, pode beneficiar do desempenho de negociadores experientes, independentemente do seu nível de experiência em negociação.

Comece já no eToro

Investir não é só para os ricos ou para os homens de fato cinzento. As mulheres estão a descobrir que investir online no eToro pode ser uma experiência simples e agradável.

O eToro é uma plataforma multiativos que possibilita o investimento em ações e criptoativos, bem como a negociação de CFD.

Os CFD são instrumentos complexos e comportam um nível de risco elevado de perder dinheiro rapidamente devido à alavancagem. 76% das contas de clientes particulares perdem dinheiro, ao transacionar CFD com este operador. Deve ponderar se compreende como funcionam os CFD e se pode correr o risco elevado de perder o seu dinheiro.

Estes conteúdos têm apenas fins informativos e educacionais e não devem ser considerados como aconselhamento ao investimento ou recomendações de investimento. Desempenhos anteriores não são garantia de resultados futuros.

Fontes:

  1. https://brokernotes.co/wp-content/uploads/2017/08/BN-research-report_2018-FINAL.pdf
  2. https://theconversation.com/why-women-make-the-best-stock-traders-74081
  3. https://www.allianzlife.com/-/media/files/allianz/documents/ent_1462_n.pdf?la=en&hash=2955C0DCE4F0BCC290A41345D5C0FBF36D87F976
62 Visualizações