O que significa a atualização Alonzo para o Cardano

À medida que o financiamento descentralizado (DeFi) ganha ímpeto, o Ethereum não só está a chegar à primeira divisão, como agora o Cardano, seu rival de longa data, está igualmente a preparar-se para fazer a própria estreia com o lançamento de contratos inteligentes.

A próxima atualização Alonzo do Cardano está prevista para meados de setembro e irá impulsionar a tão esperada funcionalidade de contratos inteligentes. Se tudo correr bem, este momento “poderá marcar uma conquista monumental para a comunidade do Cardano”, de acordo com o Dr. Omri Ross, cientista principal do protocolo de confiança do eToro.

Os contratos inteligentes são o mecanismo de base subjacente ao DeFi. Permitem criar serviços financeiros complexos no protocolo de confiança (blockchain), incluindo protocolos de crédito, plataformas de câmbio e outras inovações financeiras descentralizadas.

No Cardano, o desenvolvimento dos contratos inteligentes terá lugar na Plutus — uma nova plataforma de desenvolvimento concebida especificamente para o efeito que, como observa o Professor Ross, cria as bases para uma nova abordagem à criação de contratos inteligentes, utilizando a linguagem de programação funcional Haskell:

Estamos entusiasmados por nos familiarizarmos com a Plutus e a Marlowe e ver como estas novas linguagens irão lançar as bases para novas aplicações no DeFi e não só”, disse Ross. “Como criadores do projeto Lira de código aberto, uma linguagem de programação específica de domínio para derivativos de venda livre, acreditamos nos benefícios a longo prazo de escrever contratos inteligentes em linguagens funcionais.

Para além de introduzir os contratos inteligentes, o Alonzo também dará ao Cardano a capacidade de suportar novos criptoativos — colocando potencialmente a plataforma recentemente melhorada no centro da explosão de interesse pela negociação de tokens não fungíveis (NFT).

Assim que o “hard fork” ocorrer na rede principal e os contratos inteligentes forem introduzidos, podemos começar a ver toda uma série de aplicações a serem construídas na rede”, sugere o analista do mercado de criptomoedas do eToro, Simon Peters, “incluindo o os mercados de NFT, os DEX e os protocolos de crédito, para citar apenas alguns.

O entusiasmo sobre o desenvolvimento do DeFi no Cardano já deu origem a uma subida, enviando o preço do criptoativo nativo ADA para máximos de sempre superiores a 3 USD no início de setembro. Peters sugere que esta subida poderá potencialmente continuar, partindo do princípio que o Cardano possa alcançar os participantes principais e começar a criar a sua própria quota-parte do ecossistema de DeFi, que está em rápido crescimento:

A conclusão bem-sucedida desta atualização fundamental poderá fazer com que o Cardano comece a retirar alguma quota de mercado das redes “concorrentes”, como o Ethereum”, afirmou Peters. “E se observarmos um crescimento contínuo da rede Cardano daqui para a frente, também poderemos ver uma valorização potencial do preço do ADA.

89 Visualizações