O que são as DeFi?

A revolução financeira de que todos falam

“Finanças Descentralizadas (DeFi) é um movimento que visa contornar os intermediários financeiros tradicionais através da oferta de serviços financeiros na blockchain.”

Os defensores das DeFi acreditam que os contratos inteligentes estarão no cerne da infraestrutura financeira do futuro, e partem da premissa de que os bancos, as corretoras e outras instituições financeiras ficarão obsoletos e serão substituídos por uma nova geração de serviços robustos e transparentes baseados na blockchain.

Em vez de se limitarem a descentralizar as transações, tal como acontece com o Bitcoin, as DeFi pretendem descentralizar todo o setor financeiro. Tal será possível pela utilização de contratos inteligentes, que são fragmentos de código que permitem a realização de transferências e acordos complexos na blockchain sem necessidade de intervenção de uma autoridade central.

Exemplos de utilização das DeFi

A primeira onda de inovação das DeFi surgiu sob a forma de ofertas iniciais de criptomoedas (ICO). As ICO permitiram às empresas abandonar entidades corporativas e contas bancárias para passar a utilizar contratos inteligentes e tokens baseados na blockchain, e angariar milhões sem terem de recorrer aos intermediários financeiros tradicionais.

Desde então, a inovação tem sido imparável. Os programadores das DeFi têm estado empenhados na construção de uma infraestrutura para um novo mundo de serviços baseados na blockchain:

  • As bolsas descentralizadas, tais como a Uniswap, permitem a qualquer pessoa ligada à Internet negociar a partir de qualquer lugar. Todos os investidores podem transacionar ativos diretamente, utilizando contratos inteligentes, sem necessidade de uma bolsa centralizada com registo de ordens.
  • Os protocolos de crédito, tais como os da Aave e da Compound, são os equivalentes na blockchain às casas de penhores. Os utilizadores podem depositar as suas criptomoedas num contrato inteligente e obter empréstimos sem análise de crédito.
  • Os robôs conselheiros das DeFi , tais como os da Yearn, atuam como consultores financeiros descentralizados, alocando ativos digitais automaticamente a diferentes protocolos DeFi para obterem os melhores rendimentos.

Em comparação com os serviços financeiros tradicionais, estas alternativas descentralizadas proporcionam aos seus utilizadores um maior controlo sobre os seus fundos, transações mais rápidas e com maior transparência, e a possibilidade de lucrarem com inovações financeiras de última geração.

Por exemplo, os Empréstimos Flash da Aave implementam estratégias de negociação complexas que permitem aos negociadores especular sem terem de fazer pagamentos antecipados: os fundos são emprestados instantaneamente desde que o empréstimo seja reembolsado no âmbito de uma única transação de Ethereum. Por outro lado, o Automated Market Maker da Uniswap foi concebido para permitir aos utilizadores gerarem recompensas de tokens, fornecendo ativos como contrapartida negocial.

Coletivamente, estas inovações de DeFi estão a criar uma nova infraestrutura financeira para confrontar o setor financeiro tradicional. E alguns analistas sugerem que esta revolução pode ter tanta importância histórica como a de algumas invenções disruptivas, como a imprensa ou a Internet.

DeFiPortfolio do eToro

Até julho de 2021, as DeFi tinham ajudado a atrair 50 mil milhões de USD em contratos inteligentes para a blockchain do Ethereum, e esta dinâmica não mostra sinais de abrandamento. Na verdade, o ritmo vertiginoso de inovação das DeFi é difícil de acompanhar mesmo para os investidores mais esclarecidos.

É por isso que o eToro criou o DeFiPortfolio. Este CopyPortfolio permite-lhe diversificar facilmente a sua carteira e ganhar exposição ao ecossistema das DeFi, mantendo-o automaticamente na linha da frente das inovações das finanças descentralizadas através de reajustamentos periódicos.

A carteira deste CopyPortfolio inclui tanto contratos inteligentes de blockchains como uma seleção dos principais protocolos, dando-lhe exposição a todos os setores das DeFi – desde a Uniswap à Yearn e mais além – sem ter de gastar horas em investigação.

Os criptoativos não estão regulamentados em alguns países da UE nem no Reino Unido. Sem proteção ao consumidor. O seu capital está em risco.

O investimento em criptomoedas é disponibilizado pelo eToro (Europe) Ltd. e a custódia é disponibilizada pelo eToro Germany GmbH. O seu capital está em risco.

39 Visualizações