Como a negociação social pode ajudar a colmatar a disparidade de riqueza entre sexos

“Se quiserem elevar a humanidade, capacitem as mulheres. É o investimento mais abrangente, difuso e de elevada alavancagem que poderão fazer em seres humanos… Quando investimos em mulheres e raparigas, estamos a investir nas pessoas que investem em todas as outras.”
— Melinda Gates

Não é nenhuma novidade que os homens possuem uma vantagem financeira significativa em relação às mulheres. O que é surpreendente é que isso continue a acontecer quando as mulheres constituem quase cerca de metade (47,7%) da força de trabalho global1 e, às vezes, até mais nos países ocidentais.

Parte da disparidade de riqueza entre sexos é, sem dúvida, atribuível aos salários mais baixos das mulheres.  Mas reduzir a disparidade ao centrarmo-nos em salários iguais demoraria muito tempo (em 2018, a estimativa do Fórum Económico Mundial2 era a de que seriam necessários mais de 100 anos para colmatar a disparidade salarial na maior parte do mundo ocidental) e, além disso, é necessário que mais mulheres ocupem posições mais bem remuneradas e em setores mais bem remunerados para que o rendimento médio das mulheres se equipare de forma mais aproximada ao dos homens. Infelizmente, estes fatores não estão sob o controlo da própria mulher. No entanto, ao dominarem o poder do investimento, as mulheres encontram-se em muito melhor posição para eliminarem a disparidade de riqueza pelas suas próprias mãos. As mulheres ganham menos dinheiro do que os homens, mas em termos estatísticos, ganham mais quando investem esse dinheiro.3

O problema é que não há muitas mulheres a investir. Um estudo recente4 conclui que apenas 23% das mulheres são responsáveis pelas suas próprias decisões financeiras a longo prazo.

Existem muitas razões possíveis para tal acontecer, mas seria de esperar que agora, no ano 2020, esse número fosse muito maior. Ao debater os obstáculos ao investimento com uma amiga, apercebi-me de que o meu maior obstáculo não era uma falta de confiança no meu potencial para aprender a investir por mim mesma, mas uma falta de “espaço mental” para fazê-lo. Equilibrar as responsabilidades domésticas e laborais está, sem dúvida, ainda que gradualmente, a tornar-se um encargo partilhado entre homens e mulheres. Mas a investigação mostra que, mesmo quando os homens assumem funções iguais na educação das crianças e nas tarefas domésticas, continuam a ser as mulheres a arcar com a responsabilidade principal do planeamento, organização e delegação de tais tarefas. Na verdade, o mesmo estudo acima concluiu que 85% das mulheres assumem, de facto, responsabilidade pelas decisões financeiras quotidianas.

Esta gestão doméstica – o que é preciso fazer e quando, quem precisa de estar onde, e a logística de como fazer tudo isso acontecer – exige muito esforço mental, o que inevitavelmente ocorre às custas de outras questões. Uma pessoa só tem uma determinada quantidade de energia mental num dia e, normalmente, as coisas urgentes (alguém tem de comprar papel higiénico) acabam por sobrepor-se às coisas importantes (alguém tem de cuidar do nosso futuro financeiro).

Há até um termo para este fenómeno: a carga mental. Tanto os homens como as mulheres têm imensas coisas com que ocupar as mentes, mas é provável que as mulheres tenham as suas esgotadas ao máximo com as necessidades imediatas e intermináveis de um agregado familiar. Tal é verdade mesmo quando o trabalho efetivo é dividido de forma igual e, mais ainda, quando entram crianças na equação – e isso tem consequências importantes relativamente às preocupações vitais, mas menos imediatas, tais como tomar decisões de investimentos que afetarão o seu futuro financeiro numa fase posterior. A maioria das mulheres deverá concordar que este é um aspeto importante a considerar e, no entanto, apenas uma pequena percentagem chega de facto a fazê-lo.

Então, de que forma é que as mulheres que querem investir podem fazê-lo sem sentirem que é apenas mais uma numa lista interminável de coisas que exigem a sua atenção? Pôr o seu dinheiro nas mãos de um consultor financeiro é, sem dúvida, uma opção. No entanto, poderá querer considerar a negociação social e, mais especificamente, o copy trading, que são investimentos online bastando copiar o que os outros investidores de sucesso estão a fazer. Por um lado, é emancipador porque lhe permite ter controlo total sobre a gestão da sua própria carteira de investimentos, em vez de ceder o controlo a outra pessoa; mas ao mesmo tempo, pode contar com os conhecimentos especializados de investidores experientes e ter a vantagem do apoio de uma comunidade de negociação.

Existem muitas formas pelas quais o copy trading pode parecer adequar-se mais às mulheres:

É mais amigável. Enquanto as instituicões financeiras tradicionais são exclusivas, o copy trading é social e inclusivo por natureza. Pessoas de todas as condições sociais e de todo o mundo são incentivadas a partilhar as suas estratégias e as suas carteiras de investimento. Em vez de se sentir “um peixe fora de água” ou intimidada, a experiência é intuitiva e todos são bem-vindos e respeitados.

É mais simples. Não há forma mais simples de começar a investir do que com o CopyTrader do eToro. Escolha entre centenas de investidores experientes e aprovados e basta clicar em “Copiar” para replicar as suas posições automaticamente. Continua a ser a pessoa que controla completamente os seus investimentos, com acesso online 24 horas por dia e sete dias por semana, à sua própria carteira de investimentos. Pode parar, pôr em pausa ou alterar a quantia investida na cópia no momento em que quiser.

É mais transparente. Os Popular Investors do eToro estão, na verdade, a investir o seu próprio capital, tornando-os pessoalmente mais responsáveis e literalmente mais investidos em ajudá-la a ter lucro. O respetivo desempenho anterior e as posições que detêm atualmente são completamente transparentes e visíveis nos seus perfis.

É mais acessível. Pode abrir uma conta online no eToro em minutos e começar a copiar investidores com apenas uma pequena quantia de capital (200 USD). Não são cobradas taxas adicionais pelo copy trading no eToro nem comissões de gestão ou de transação que as corretoras tradicionais costumam cobrar.

Pode experimentar para ver como é. Quer experimentar o CopyTrader sem colocar em risco o seu capital? Experimente em modo de demonstração. Todas as contas do eToro dispõem de uma carteira de investimentos virtual e gratuita, com 100 000 USD, para que possa praticar.

Pode ler mais sobre a funcionalidade de CopyTrader do eToro aqui. Pronta para começar a fazer copy trading? Descubra aqui investidores para copiar na plataforma. Vamos alavancar a revolução da negociação social e a forma como capacita as pessoas a tornarem os investimentos mais simples, para começarmos a colmatar a disparidade de riqueza entre sexos.

 

 

  1. https://www.catalyst.org/research/women-in-the-workforce-global/
  2. The Global Gender Gap Report 2018, World Economic Forum. http://www3.weforum.org/docs/WEF_GGGR_2018.pdf
  3. https://www.wbs.ac.uk/news/are-women-better-investors-than-men/
  4. https://www.ubs.com/global/en/media/display-page-ndp//en-20190306-study-reveals-multi-generational-problem.html
23 Visualizações